Proteção contra download não autorizado de vídeos

Proteção contra download não autorizado de vídeos

Como proteger seus vídeos contra download não autorizado?

A melhor pergunta para proteger seus vídeos não deve tanger somente o download, mas os vários métodos contra pirataria. Provavelmente algo mais abrangente seria: “como proteger meus vídeos contra acessos não autorizados?”

Em regra este post não prima por ensinar a piratear nada, pois os profissionais neste ramo já o sabem muito bem. Vou mostrar aqui os métodos mais comuns para proteger seu conteúdo e as estratégias mais usadas pelos larápios.

A grande verdade é que qualquer conteúdo que está na Web não está livre de furto, download não autorizado e afins. A NetFlix já sabe disso. A Fox já sabe disso. Grandes empresas já sabem disso. Apenas duas horas depois que a série “The Walking Dead” é lançada, seu conteúdo já está disponível no Ororo.tv. Fato. Detalhe: grátis. Permitir o download de qualquer vídeo ou série é uma resposta séria da NetFlix à pirataria.

Quando se publica qualquer vídeo na internet, por mais que seu provedor, plataforma de ensino a distância ou server de vídeo prometa proteger seu conteúdo, na prática, não pode garantir. Isto porque qualquer usuário pode gravar a tela inteira para o próprio computador. Sem dúvida que o vídeo fica enorme. E o que os ladrões de conteúdo fazem? Exportam novamente este mesmo vídeo pirateado porém desta vez para o padrão Web (MP4 ou FL4). Isto diminui o tamanho do vídeo. Depois publicam este vídeo para um server próprio. A partir deste momento podem fazer o que desejar com seu material. Apesar da qualidade ser inferior, dependendo do player de vídeo ou do servidor de vídeos, o usuário que desfruta deste vídeo pirateado pode ter experiências de qualidade interessante como permissão para acelerar o vídeo, entrega do conteúdo com qualidade adaptativa (qualidade variável de acordo com a banda de internet do usuário), etc.

Este é um crime vil. No entanto existem empresas que vendem conteúdo pirateado a baixo custo na internet. Arriscam-se a pagar indenizações astronômicas. Usuários que compram este material também se arriscam…

As estratégias mais usadas são: inserir marca dágua com sua logomarca em cada vídeo (servidores de vídeo fazem isso automaticamente) ou inserir o nome e o CPF do aluno em posições aleatórias do vídeo enquanto ele roda. Praticamente todas as Plataformas de EAD da GlobalEAD já fazem isso por padrão. Esta estratégia é boa para inibir o larápio iniciante, o aluno intrépido. Os verdadeiros piratas são capazes de comprar seu produto com um CPF falso e não estão preocupados em esconder sua logomarca. As empresas que mais têm conteúdo furtado são as de concurso público pois seu conteúdo tem razoável valor de revenda.

Há ainda o método de impedir o download não autorizado de seus vídeos. Trata-se de um processo mais caro que simplesmente inserir uma marca dágua. Embora muitas empresas de ensino a distância digam que sua “Plataforma de Ensino a distância” protege contra o download não autorizado isto não é uma grande verdade. Entenda que a Plataforma de Ensino a distância é um conjunto de códigos instalados em um servidor de arquivos. Os seus vídeos são inseridos em um server de vídeos propriamente dito e não no mesmo servidor da Plataforma EAD. Então na prática a Plataforma de Ensino a distância se “interliga” com este servidor de vídeos, onde ficam armazenados seus vídeos. É o servidor de vídeos que é capaz de proteger seus vídeos e não necessariamente a Plataforma. Uma vez inserido seu vídeo o aluno pode até baixar seu vídeo, mas jamais vai rodá-lo. Enxergará uma tela preta! A precificação desta tecnologia depende do volume de vídeos armazenado e às vezes até do número de vezes que cada vídeo será executado. É um processo complexo. Com intuito de exemplificar valores, apresento como funciona na GlobalEAD: quando o contratante decide por usar o server de vídeos da própria GlobalEAD o preço mínimo pelo serviço de uso da Plataforma EAD (já com espaço em disco para vídeos ilimitados) é a partir de R$ 59,99 mensais. No entanto, quando o contratante escolhe “Vídeos protegidos contra download não autorizado” o investimento mínimo passa a ser R$ 125,00 para cada 5Gb de vídeo armazenado. Tudo isto sem contar com a mensalidade da Plataforma EAD que é de R$ 595,00 (pois esta opção só existe no Plano Profissional).Internet

Estas opções precisam ser consideradas em seu negócio: a relação Custo X Benefício.

Empresas como as fornecedoras de energia elétrica convivem com a sangria dos “gatos”. A Net convive com a “gatoNet”, muitas vezes com os próprios funcionários envolvidos neste pequeno negócio sujo e nem por isso quebram.

A grande verdade é que estes pequenos furtos são um problema de educação. Poucos foram ensinados a entender uma opinião diferente sem um palavreado inadequado, que diria se apropriar do que não lhes pertence e ainda achar que não fez mal nenhum.

Complexo.Opinião Ruim

As imagens deste post foram retiradas do Facebook: https://www.facebook.com/shencomix/

Related Posts

0 comments

Deixe uma resposta